sábado, 10 de maio de 2014

Incubus/Succubus

Eles são poderosos demônios que costumavam atormentar homens e mulheres. Ambos os nomes, Incubus/Succubus (Íncubos e Súcubos), têm origem latina. Íncubos vem do verbo incubare que significa "deitar-se sobre" e Súcubos vem do verbo succubare que significa "deitar-se em baixo de".


Íncubo  (Incubus) é um demônio com a forma masculina que era muito comum na era medieval, sua contraparte feminina se chama Súcubo. De acordo com as lendas mitológicas, o Incubo aparece nos sonhos das pessoas especialmente mulheres, a fim de manter relações sexuais com as mesmas. Ele se transforma na forma mais atraente para elas em seus sonhos, pois sua aparência demoníaca iria assustar. Um Incubo pode manter relações sexuais com uma mulher, e gerar um filho, como na lenda de Merlin, mas se o Incubo tiver relações sexuais com uma mulher repetidamente pode gerar doenças, e até a morte, pois eles drenam a energia vital de uma pessoa enquanto ela sente prazer.

Súcubo (succubus) é um demônio de forma feminina que assim como o seu masculino Incubo, ataca pessoas durante o sono. Ela assume a forma de uma mulher atraente e sexy para seduzir os homens durante seus sonhos, mantendo relações sexuais com eles e sugando sua energia vital durante o prazer. Em algumas lendas, as Súcubos retiravam o sêmen dos homens para levar para os Íncubos engravidar mulheres, pois nessa lenda, eles não poderiam se reproduzir.
Estão associadas a casos de doenças e tormentos psicológicos de origem sexual, pois após os ataques, se seguiam pesadelos e poluções noturnas (ejaculação involuntária durante o sono) nas vítimas. De acordo com a mitologia, são seres que podem viver aproximadamente 750 anos.


De acordo com o Malleus Maleficarum, ou “Código Penal das Bruxas”, as súcubos recolhem sêmen dos homens com os quais copulam para que um íncubo possa, então, posteriormente, engravidar mulheres. Crianças assim nascidas eram para ser supostamente mais suscetíveis às influências de demônios.
Em algumas crenças, a súcubo se metamorfosearia no íncubo com o seu sêmen recém-colhido, pronto para engravidar suas vítimas. Deve-se levar em conta a crença de que demônios não podem se reproduzir naturalmente. Porém, o íncubo poderia engravidar uma mulher a partir do sêmen obtido no ataque da súcubo.
A aparência da súcubos varia, mas, em geral, elas são descritas como detentoras de uma sedutora beleza, muitas vezes com asas de morcego e grandes seios. Elas também têm outras características demoníacas, tais como chifres e cascos. Às vezes, aparecem como uma mulher atraente em sonhos que a vítima parece não conseguir retirar da sua mente. Elas atraem o sexo masculino e, em alguns casos, o macho “apaixona-se” por ela. Mesmo fora do sonho ela não sai da sua mente. Ela permanece lentamente a retirar-lhe energia até à sua morte por exaustão. Outras fontes dizem que o demônio irá roubar a alma do macho através de relações sexuais.

Existem muitas lendas que relatam acontecimentos ou encontros com estes demônios, cada um influenciado pela sua cultura e contexto sociopolítico. Na era medieval acreditava-se que esta terrível criatura sugava a força vital da vitima, o que naqueles tempos representava a alma. Portanto pensava-se que os Súcubos e Íncubos roubavam almas. Mas com o passar dos séculos os hábitos destes seres mudaram muito drasticamente. Começaram a assediar e a consumar atos sexuais, sendo considerado um pecado contra Deus.
Estas lendas medievais provavelmente devem vir do antigo mito grego de Empusae, que eram demônios e filhas do obscuro deus Hecate. Podiam transformar-se em cadelas, vacas ou belas donzelas e deitavam-se com os homens de noite, sugando a sua forca vital até a morte.
Também existe outra versão que afirma que estes demônios provêm do demônio Lilith.
Os relatos mais antigos provêm da mitologia grega, quando Zeus seduz Leda transmutado em Cisne. Existem também inúmeros mitos célticos que nos falam de fadas do amor. Por exemplo, na Escócia existe uma lenda que conta que outrora existiam criaturas aladas que visitavam frequentemente jovens adolescentes em forma de Súcubos, belas donzelas ou prostitutas. Estas criaturas eram chamadas de Leannain Sith.
Também podemos encontrar visitas de Íncubos na religião católica. Esta afirma que Cristo nasceu da Virgem Maria e do anjo que a visitou (o que é interpretando como uma visita de um Íncubos). Também no livro de Enoch existem relatos que afirmam que os anjos chamados de Vigilantes copularam com mulheres e deram a origem a gigantes.
Antigas lendas inglesas falam-nos de uma criatura chamada Lamia. Aparecia nos cemitérios como uma bela donzela e atraia jovens incautos para a sua morte. Diz a lenda que se alguém visse uma bela donzela num cemitério deveria chamar por ela, pois as Lamias não podem falar porque têm língua bífida, como as cobras.
Muitos historiadores afirmam que os Íncubos são anjos caídos em que o seu único propósito é ter filhos mortais. Estes demônios não tinham corpos e para atacarem tinham ou de animar um cadáver ou manipular um pedaço de carne humana e fazer dele o seu corpo. Também é referido noutras lendas que estes demônios podiam assumir a aparência de pessoas que a vitima conhecia bem, como o marido ou um vizinho.
A versão da súcubo conhecida como “um Al duwayce” retrata ela como uma bonita, sedutora e perfumada mulher que vagueia no deserto nos cascos de um camelo. Enquanto outras formas de súcubo participam de intercurso sexual para coletar esperma e engravidar mulheres tomando a forma de íncubo, esta súcubo em especial é uma juíza da vingança sobre aqueles que cometem adultério. Ela atrai esses homens que têm relação com ela, enquanto que lâminas afiadas existentes dentro de sua vagina decepam o pênis do parceiro, deixando-o angustiante de dor. Após ter deixado o homem impotente, ela se transforma em sua forma verdadeira e o come vivo.


Pesquisando pela grande rede, encontrei um suposto ritual de invocação de Súcubos/Íncubos. Não se sabe se esse ritual é eficiente e se for, o que pode acontecer? Porém não custa nada mostrá-lo, quem sabe algum intrépido internauta não queira variar a rotina de punhetaria (hehe) e experimente?

1- Compre uma vela preta, uma vermelha e um incenso de canela.

2- Junte as duas com uma chama, derretendo a cera das velas ao longo do corpo da vela para que fiquem as duas coladas uma à outra.

3- Fixe as velas, com a sua própria cera num prato de sopa e coloquem no quarto.

4- Em uma folha branca, escrevam em círculo:
Eu (nome e sobrenome) invoco e dou autorização a espíritos sexuais que assumam uma aparência cativante de meu gosto nos meus sonhos e me proporcionem momentos de prazer intenso nesta noite. Assim seja, Assim se faça.

5- Quando for dormir acenda os dois pavios das velas e um palito de incenso de canela.

6- Leia o que está escrito em círculo e deite para dormir. No dia seguinte coloque no lixo o resto da cera e as cinzas do incenso.


Então né... nunca se sabe.





Compartilhe no Facebook Compartilhe no Tweeter Compartilhe no Google+ Inscreva-se no nosso Feed Voltar ao Início Image Map

Comente com o Facebook: