terça-feira, 10 de dezembro de 2013

O Demônio de Jersey

demônio de Jersey, Leeds, nova jersey, medo, terror, macabro, criptozoologia
  O Demônio de Jersey é uma criatura ou criptídeo que habita a floresta de Pine Barrens, ao sul de Nova Jersey, EUA. A criatura é descrita como um bípede voador com patas, mas existem muitas variações. O Demônio de Jersey se transformou em uma cultura pop na área, tanto que, em homenagem, deram esse nome a um time de hóquei da NHL (New Jersey Devils). Ao longo dos anos houveram diversos relatos de avistamento dessa criatura (inclusive por Napoleão Bonaparte), e também, de ataques atribuídos à ela.


Lendas
demônio de Jersey, Leeds, nova jersey, medo, terror, macabro, criptozoologia
  Existem várias lendas sobre sua origem. As primeiras datam ao folclore dos índios nativos. As tribos chamavam a área ao redor de Pine Barrens de "Popuessing", que significa "lugar do dragão". Exploradores suecos depois chamaram a região de "Drake Kill", "drake" sendo a palavra sueca para dragão, e "kill" significando canal ou braço do mar (rio, riacho, etc.). Mas a lenda mais conhecida é de que, em 1735, uma senhora de sobrenome Leeds, que tinha 12 filhos, descobriu que estava grávida de seu 13º filho e disse: "Que este seja amaldiçoado!". Então o bebê teria nascido com cabeça de cavalo, asas de morcego e patas de canguru, teria matado seus pais e depois fugido para a floresta de Pine Barrens.

  Outra versão contra que uma senhora de Leeds Point, manifestou o desejo de que o próximo filho fosse um diabo. Burlington, 1735. Em uma noite de tempestade, Mother Leeds entrou em trabalho de parto. Os amigos estavam ao seu redor, aguardando o nascimento do bebê. Mother Leeds (que era uma bruxa) e o marido (Daniel Leeds) acreditavam que nasceria um demônio. Mas o bebê nasceu normal. Então, de um bebê normal, ele se transformou em uma criatura com patas, cabeça de cavalo, asas e um rabo forquilhado. Na presença de todos, bateu as asas e voou pela chaminé, circunvoou as vilas e partiu em direção aos pinheiros.

 Contam que após esse dia, ataques da diabólica criatura começaram a ser relatados. Pessoas desaparecidas, animais mutilados.

Relatos assombrosos de pessoas que sobreviveram aos ataques começaram a se espalhar e o terror tomou conta da população local. As pessoas evitavam sair de suas casas.

Cansados dos ataques, os aldeões  resolveram montar milícias para capturar a tal fera.

Alega-se que em 1740, finalmente, um sacerdote teria exorcizado o Demônio de Jersey, e por vários anos ele não foi mais visto... pelo menos até 1778.

 De fato, essas histórias ultrapassam o limite da credibilidade e fica difícil engoli-las. Mas, como sabemos, desde os primórdios, as pessoas inventam lendas para explicar o surgimento de coisas completamente reais e naturais; e ao longo dos anos, milhares de pessoas têm testemunhado a aparição dessa temível criatura.


Descrições
  Popularmente, se diz que esta suposta criatura seria um demônio; e seu nome se deve pelo fato das primeiras informações sobre suas aparições remontarem à floresta de Pine Barrens, em Nova Jersey.
  À criatura, se atribuem popularmente alguns raptos e desaparições humanas. As supostas testemunhas que informam encontros com esta criatura, afirmam que é uma criatura com cabeça de cavalo, erguida em duas patas, com uma altura de aproximadamente 1,80 metros, coberta de pelos, com asas parecidas com um morcego e com patas como cangurus. Devido às características que atribuem as supostas testemunhas, as pessoas que creem em sua existência, afirmam que é um mamífero e que, segundo as descrições, é muito parecido a algumas criaturas mitológicas, como os minotauros.
  Apesar das descrições variarem, existem alguns aspectos em comum, como seu longo pescoço, asas e patas. A criatura às vezes é vista como uma cabeça e cauda parecidas com a de um cavalo. São reputadas variações de altura de 1 metro à mais de 2 metros. Vários avistamentos reportam que a criatura tem olhos vermelhos e brilhantes que podem paralisar um ser humano, e que emite um grito parecido com uma mulher, que é muito alto.

demônio de Jersey, Leeds, nova jersey, medo, terror, macabro, criptozoologia
Imagem de uma misteriosa criatura capturada por uma câmera de caça. Seria esse o Demônio de Jersey?


Aparições
  Por muitos anos, várias pessoas testemunharam aparições dessa criatura, médicos, advogados, policiais e tantos vários cidadãos.
  As aparições do Demônio começaram em 1778, quando o Comodoro Stephen Decatur visitou uma fábrica de ferro para balas de canhão. Ele conta que enquanto testava às balas, uma estranha criatura albina passou voando sobre a fábrica. Usando um dos canhões, Decatur atingiu a criatura na asa, mas ela continuou a voar e desapareceu.
  Outra aparição ocorreu para Joseph Bonaparte, rei da Espanha, e seu irmão Napoleão (sim, ele mesmo), eles estariam caçando quando viram o Diabo de Jersey, em 1.816 e em 1.839.
  Em 1.840 houve um período de estranhas aparições. Grandes quantidades de carneiros e galinhas foram mortas por criatura não identificada. Muitas pessoas viram as pegadas de criaturas desconhecidas, e ouviram gemidos na vizinhança.
  No ano de 1.909, em uma semana de janeiro, todo o estado de Nova Jersey foi aterrorizado por um estranho ser, todos evitavam sair ate mesmo durante o dia. As escolas ficaram fechadas, as fábricas suspenderam o trabalho, porque os empregados não queriam sair de casa. Cães, galinhas e gatos foram encontrados completamente mutilados. Havia pegadas bizarras em quase toda Nova Jersey. O zoológico de Filadélfia chegou a oferecer $10,000 em prêmio pela captura da criatura.
  Desde então, a criatura foi vista por várias pessoas em locais diferentes, e dizem que Pine Barrens, conhecido por Leeds Point é a sua atual residência. A criatura já foi alvo de livros, jornais, episódios de grandes series de TV e filmes.
  Até os dias de hoje, os relatos sobre o Demônio de Jersey continuam a surgir.







Compartilhe no Facebook Compartilhe no Tweeter Compartilhe no Google+ Inscreva-se no nosso Feed Voltar ao Início Image Map

Comente com o Facebook: