sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Giro 33 #12

Notícias bizarras, notícias engraçadas, notícias estranhas



 'Batman filho do Super-Homem' pega quase 3 anos de cadeia em Cingapura

Nome do acusado no idioma malaio é Batman bin Suparman.
Ele roubou cartão do irmão para realizar saques em caixas eletrônicos.

Um homem chamado Batman bin Suparman foi condenado na segunda-feira (11) a dois anos e nove meses de cadeia em Cingapura.
Batman bin Suparman foi condenado na segunda-feira (11) a dois anos e nove meses de cadeia em Cingapura (Foto: Reprodução/Facebook)
Batman bin Suparman foi condenado na segunda-feira (11) a dois anos e nove meses de cadeia em Cingapura (Foto: Reprodução/Facebook)

  O homem, cujo nome significa Batman filho do Super-Homem no idioma malaio, foi preso por vários crimes, incluindo ter roubado o cartão de seu irmão para realizar saques em caixas eletrônicos.
Suparman, que tem 23 anos e está desempregado, também invadiu o escritório de uma empresa, no oeste de Cingapura, para roubar dinheiro para poder comprar heroína.
  Batman, que tem o seu próprio fã-clube no Facebook, tornou-se uma sensação nas redes sociais depois que uma foto de sua identidade com seu nome incomum foi divulgada on-line.



Cinema chinês comete gafe e usa cartaz falso para divulgar filme 'Thor'

Cena foi protagonizada por cinema de Xangai.
Pôster mostra Thor abraçado com irmão e vilão Loki.

Cinema em Xanga cometeu uma gafe e usou um cartaz falso para divulgar o filme 'Thor: O Mundo Sombrio' (Foto: Reprodução/Weibo)

     Um cinema em Xangai, na China, cometeu uma gafe e usou um cartaz falso para divulgar o filme "Thor: O Mundo Sombrio". Em vez do cartaz original que traz o ator Chris Hemsworth ao lado de Natalie Portman, o cinema chinês colocou um pôster que mostra o ator que faz o papel de Thor abraçado com seu irmão e inimigo Loki, que é estrelado por Tim Hiddleston. A imagem falsa foi compartilhada por centenas de usuários nas redes sociais.



Casal é flagrado fazendo sexo em boate no Reino Unido

Caso ocorreu em boate em Llanelli.
Cliente flagrou ato e publicou foto na web.

 Um casal foi flagrado fazendo sexo em uma boate em Llanelli, no Reino Unido. Um cliente registrou o ato com o celular e postou a imagem on-line.

Casal foi flagrado fazendo sexo em boate em Llanelli (Foto: Reprodução)
Casal foi flagrado fazendo sexo em boate em Llanelli (Foto: Reprodução)

  Segundo um porta-voz do Luna Bar, o cliente relatou que o ato sexual durou apenas alguns segundos. "O incidente não foi flagrado pela equipe ou seguranças", disse o porta-voz.
O porta-voz destacou que os donos do bar ficaram chocados ao ver a imagem on-line e lamentaram não poder identificar o casal.


Mulher chama a polícia após fazer sexo com vizinho por engano

Mulher chama a polícia após fazer sexo com vizinho por engano


A Polícia Militar de Araxá foi chamada na última segunda-feira (11) para atender uma ocorrência inusitada na rua José de Ávila, bairro Ana Antônia – Minas Gerais. Uma mulher de 53 anos contou aos militares que, por problemas particulares, dorme em quarto separado do marido. No entanto, durante a madrugada, ela acordou com um homem fazendo carinhos em seu corpo e, acreditando se tratar do companheiro, manteve relações sexuais com ele.
No entanto, ao ouvir a voz do homem ao seu lado, ela percebeu que se tratava na verdade de seu vizinho, identificado como I.V, de 27 anos. Ao notar o engano, a mulher ficou desesperada e gritou. Seu vizinho então saiu correndo, fugiu pela janela e deixou as roupas para trás. A PM compareceu à casa do suspeito, que estava dormindo nu no momento da abordagem.
O pai do rapaz alegou à corporação que o filho sofre de problemas mentais. Mesmo assim, o homem foi conduzido à delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos.


Pintor é internado após pregar seus testículos em protesto

Pintor é internado após pregar seus testículos em protesto


O pintor russo Piotr Pavlenski foi hospitalizado neste domingo depois de pregar seus testículos, usando um martelo, nos paralelepípedos da Praça Vermelha de Moscou. A obra de arte, que ele chamou de “Fixação”, era um protesto contra o governo de Vladimir Putin, coincidindo com o Dia da Polícia russa.
Completamente nu e com suas partes íntimas presas aos paralelepípedos, Pavlenski ficou imóvel por mais de uma hora olhando seus testículos, numa ação que classificou como “metáfora da apatia, indiferença política e fatalismo da sociedade russa atual”. A temperatura em Moscou hoje é de 10ºC.
O manifesto de Pavlenski dá mais explicações sobre a motivação da obra de arte: “não é a arbitrariedade dos cargos públicos que priva a sociedade de sua capacidade de agir, mas sua fixação em derrotas e perdas que nos prega com cada vez mais força aos paralelepípedos do Kremlin, convertendo as pessoas em estátuas que aguardam, resignadas, seu destino.”
O Kremlin é o histórico complexo de palácios onde vive o presidente da Federação Russa.
Depois de uma hora e meia contemplando seus testículos em protesto contra a arbitrariedade, Pavlenski foi levado a um hospital de Moscou. Segundo a agência oficial RIA-Novosti, assim que for tratado ele será detido. A polícia classificou a intervenção artística como “algo normal para um doente psíquico”.
protesto bizarro 2


  O conjunto da obra de Pavlenski já é conhecido dos russos.
  Em 3 de maio, sua obra “Corpo” consistia em ele ficar completamente nu para rolar na cerca de arame farpado da Assembleia Legislativa de São Petersburgo.
  De acordo com o artista, ela simbolizava “a existência humana num ambiente de repressão legal, quando o menor movimento provoca uma duríssima reação do sistema legislativo, que se finca no corpo do indivíduo.”
Em junho do ano passado, Pavlenski costurou sua própria boca em solidariedade à prisão de integrantes da banda feminina Pussy Riot. Elas foram presas por cantar contra o presidente Vladimir Putin no principal templo da Igreja Ortodoxa Russa.
  Em frente à catedral de São Petersburgo, de lábios presos, ele carregava um cartaz que dizia: “A ação do Pussy Riot numa encenação da famosa ação de Jesus Cristo” – a expulsão dos vendilhões do templo.



Homem processa ex-mulher por ela ter lhe dado filhos feios

Homem processa ex-mulher por ela ter lhe dado filhos feios

Marido se sentiu enganado ao descobrir que ela tinha feito várias cirurgias para ficar bonita

  O chinês Jian Feng ganhou US$ 120 mil na Justiça após processar a ex-mulher por ela ter lhe dado filhos feios.
  Segundo o The Examiner, o Chicago Now e o Orlando Sentinel, Feng ficou furioso ao descobrir que a ex-mulher tinha investido mais de US$ 100 mil em cirurgias plásticas na Coreia do Norte para ficar bonita. A informação foi dada ao Irish Times.
esposa feia

  Ele alegou ter sido enganado por ela, que era “feia” antes de se conhecerem.
Para Feng, a mulher o induziu a pensar que ela era bonita, e ele jamais teria filhos tão feios.
Porém, um teste de DNA comprovou que ele é o pai das crianças.
  De acordo com Feng, ele se casou por amor, mas o nascimento da primeira filha trouxe problemas para o casamento.
jian feng daughter
" Nossa filha era tão feia que eu fiquei horrorizado."


Mulher é processada por criar site em que diz que ex possui 'micropênis'

Louise Silberling criou endereço 'a verdade sobre John Wender'.
Arquiteto americano pediu R$ 2,9 milhões por 'danos irreparáveis'.

Mulher criou site para difamar ex, e afirmou que arquiteto possui 'micro-pênis' (Foto: Reprodução/truthaboutjohnwender)   Um arquiteto norte-americano está processando a ex-namorada em US$ 1,25 milhão (cerca de R$ 2,90 milhões) após a mulher criar um site no qual escreve ofensas ao homem, e afirma que John Wender possui um “micropênis”.
   De acordo com o jornal “New York Daily News”, Louise Silberling, editora de uma revista de filosofia da Universidade de Cornell, teria saído apenas três vezes com Wender, no entanto, após o casal se separar, a americana teria criado sites como “truthaboutjohnwender” (a verdade sobre John Wender”, em tradução livre) e “johnwenderliar” (John Wender mentiroso).
   Entre textos e poemas escandalosos nos quais Louise Silberling ofende o arquiteto um ano depois do fim do relacionamento, a americana descreve Wender como um homem violento, que teria predileção por fetiches estranhos, incluindo autoasfixia erótica. Em algumas das postagens, a mulher diz que Wender teria um “micropênis”.
   Wender processou a mulher e está pedindo R$ 2,90 milhões por “danos irreparáveis). “Só fomos em três encontros.Isso afetou minha vida, ela é maluca”, afirmou o arquiteto ao jornal.





Compartilhe no Facebook Compartilhe no Tweeter Compartilhe no Google+ Inscreva-se no nosso Feed Voltar ao Início Image Map

Comente com o Facebook: