quinta-feira, 5 de setembro de 2013

O Clube dos 27

  Grandes artistas, todos no auge de suas carreiras, fazendo sucesso mundial. Grandes (alguns nem tanto) ícones sendo considerados revolucionários no que faziam. Então, de repente, eles morrem, todos aos 27 anos de idade. Coincidência? Maldição? Pacto com o demônio? Qual será a verdadeira causa por trás das misteriosas mortes?! Conheça o clube dos 27.



ROBERT JOHNSON
lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama   Mesmo com a carreira interrompida tão cedo, Robert foi uma forte influência a centenas de músicos que vieram depois dele, tais como: Bob Dylan, Eric Clapton e até mesmo Jimi Hendrix.Foi um cantor e guitarrista norte-americano de blues. Johnson é um dos músicos mais influentes do Mississippi Delta Blues e é uma importante referência para a padronização do consagrado formato de doze compassos para o blues. Influenciou grandes artistas durante anos como Muddy Waters, Led Zeppelin, Bob Dylan, The Rolling Stones, Johnny Winter, Jeff Beck, e Eric Clapton, que considerava Johnson "o mais importante cantor de blues que já viveu". Foi considerado o 71º melhor guitarrista de todos os tempos pela revista norte-americana Rolling Stone.
  Johnson nasceu em Hazlehurst, Mississippi. Sua data de nascimento oficialmente aceita (1911) provavelmente está errada. Registros existentes (documentos escolares, certidões de casamento e certidão de óbito) sugerem diferentes datas entre 1909 e 1912, embora nenhum contenha a data de 1911. Robert Johnson gravou apenas 29 músicas em um total de 40 faixas, em duas sessões de gravação em San Antonio, Texas, em Novembro de 1936 e em Dallas, Texas, em Junho de 1937. Treze músicas foram gravadas duas vezes. Suas músicas continuam sendo interpretadas e adaptadas por diversos artistas e bandas, como Led Zeppelin, Eric Clapton, The Rolling Stones, The Blues Brothers, Red Hot Chili Peppers e The White Stripes.
  Em 1938 durante uma apresentação no bar "Tree Forks" Johnson bebeu whisky envenenado com estricnina, supostamente preparado pelo dono do bar, o qual estava enciumado por Jonhson ter flertado com sua mulher. Sonny Boy Williamson, que estava tocando junto com Jonhson, havia alertado-o sobre o whisky, porém este não lhe deu atenção. Johnson se recuperou do envenenamento, mas contraiu pneumonia e morreu 3 dias depois, em 16 de Agosto de 1938, em Greenwood, Mississippi. Há várias versões populares para sua morte: que haveria morrido envenenado pelo whisky, que haveria morrido de sífilis e que havia sido assassinado com arma de fogo. Seu certificado de óbito cita apenas "No Doctor" (Sem Médico) como causa da morte.

Onde que a história fica estranha
  Reza a lenda, que Johnson vendeu sua alma ao diabo na encruzilhada das rodovias 61 e 49 em Clarksdale, Mississippi ,em uma noite de lua nova. Estava lá com seu violão e uma garrafa de whisky falsificado, quando ouviu um som escandaloso vindo de uma gaita cromada: era o diabo. O diabo pegou o seu violão e afinou um tom abaixo e o devolveu para Johnson. Ele selou o pacto em troca de saber tocar guitarra como um prodígio. Após isso, ele começou a fazer sucesso com suas composições.

  Essa história tornou-se conhecida devido ao relato contado por Son House, outro influente cantor de blues, e ganhou força devido às letras de algumas de suas músicas, como "Crossroads Blues", "Me And The Devil Blues" e "Hellhound On My Trail" (Blues de Encruzilhada, Eu e o Blues do Diabo e Cães Infernais no meu Encalço; respectivamente). Essa lenda é descrita no filme de 1986 Crossroads, no episódio 8, da segunda temporada da série Supernatural e na faixa bônus da pág. 101 do livro Encruzilhada (Literata, 2011), do autor brasileiro Ademir Pascale. A lenda ainda conta sobre ele ter saído desesperadamente do bar Tree Forks, sendo perseguido por cães negros e foi encontrado com marcas de mordidas profundas, cortes em forma de cruz no rosto e seu violão intacto ao lado do corpo ensanguentado. Robert foi encontrado morto com os olhos abertos.
  Agora tem uma coisa que não bate. Realizando as pesquisas a fundo, como sempre costumo fazer, ao trazer os conteúdos para o Zona 33, tive acesso ao ritual de invocação da encruzilhada, e a parte do whiskey é o que destoa,  pois para realizar o pacto, a pessoa não pode ter consumido álcool  e nem drogas 3 dias antes. Enfim, muita coisa estranha ficou para trás, já que não podemos saber a versão oficial do próprio Robert, ficamos a analisar as lendas.

Confira uma de suas canções:

Me And The Devil Blues

Hoje de manhã cedo
Quando você bateu na minha porta
Hoje de manhã cedo, ooh
Quando você bateu na minah porta
E eu disse, Olá, Satan,
Eu acho que está na hora de ir


Eu e o Demônio
Estávamos andando lado a lado
Eu e o Demônio, ooh
Estávamos andando lado a lado
E eu irei bater na minha mulher
Até ficar satisfeito


Ela diz: Você não sabe o porquê
de estar me tratando como um cão
fala na musica: Agora, babe, você sabe que não está fazendo direito comigo
ok, não sabe
Ela diz: Você na sabe o porquê, ooh
de estar me tratando como um cão
Deve ser o velho espírito
enterrado la em baixo da terra


Você pode enterrar meu corpo
lá em baixo na beira a auto estrada
fala na musica: Baby, não to nem aí pra aonde você vai enterrar meu
corpo quando eu to morto
Você pode enterrar meu corpo, ooh
Lá em baixo na beira da estrada
Então meu velho espírito maligno
pode pegar um ônibus e pilotar


  Talvez ele não fosse o primeiro a encabeçar essa lista, mas foi o que deu origem à lenda do clube dos 27. Após ele, diversos ídolos foram partindo, um a um, das mais diversas causas mortis na mesma idade.

JIMI HENDRIX

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
De todos os roqueiros que morreram aos 27 anos, talvez nenhum tenha deixado o mundo com um senso tão escancarado de "o que poderia ter sido" quanto Jimi Hendrix, que morreu asfixiado no apartamento de sua namorada, em Londres, dia 18 de setembro de 1970. Sua incomparável habilidade para se expressar e inovar na guitarra, assim como seu desejo sem fim de redefinir tudo sobre o que o rock poderia ser e como este se apresentava, comprova isso, mas certamente os quatro álbuns originais que temos que ouvir de Hendrix foram somente uma dica do que poderíamos ter acompanhado com mais tempo. Infelizmente a combinação de vinho tinto e calmantes (supostamente, mais do que o necessário) tirou tudo isso de nós.

 

 

 

BRIAN JONES, DOS ROLLING STONES

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
Em 3 de julho de 1969, apenas um mês depois de ter sido chutado do famoso grupo que ele ajudara a formar - os Rolling Stones - o guitarrista e multi-instrumentista Brian Jones se afogou em sua própria piscina.Jones, um gênio do slide em guitarra, que queria ser o líder dos Stones enquanto eles tocavam músicas com uma base de blues mais tradicional, foi lentamente posto de lado em favor da impressionante habilidade de composição (e presença carismática no palco) de Mick Jagger e Keith Richards. Depois de ele ter contribuído com apenas duas músicas no álbum "Let it Bleed", de 1969, os problemas com o abuso de substância químicas de Jones - incluindo uma prisão que ameaçava sua capacidade de turnê no exterior - passaram dos limites para seus companheiros de banda. Acredita-se que esses mesmos problemas contribuíram também para sua própria morte por afogamento.

 

 

JIM MORRISON, DO THE DOORS

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
O clima de mistério criado pela música do The Doors, sobretudo o carismático frontman Jim Morrison, contribuiu para tornar mais difícil para algumas pessoas acreditarem que ele está realmente morto. Claro, o fato de uma autópsia nunca ter sido feita não ajuda, também.Conforme noticiado, o vocalista morreu em 3 de julho de 1971 – mais um, aos 27 anos - de falência cardíaca, na banheira de seu apartamento em Paris. De acordo com as leis francesas, uma vez que não tenham existido sinais de crime, nenhuma investigação adicional foi realizada. Apesar disso, muitas pessoas suspeitam que Morrison na verdade morreu de overdose de heroína, possivelmente no box do banheiro de um clube das redondezas. Ou... talvez ele forjou tudo isso e está criando cavalos em Oregon.


PIGPEN, DO GRATEFUL DEAD

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
O tecladista e vocalista Ron "Pigpen" McKernan, do Grateful Dead, morreu aos 27 anos no dia 8 de março de 1973, por hemorragia interna causada por excesso de bebida.Pigpen (chiqueiro, em inglês), que aparentemente ganhou esse apelido, como você pode imaginar, pela falta de higiene pessoal e uma abordagem geralmente desleixada da vida, é creditado por ter alavancado o Dead, em meados dos anos 60, e servir como o primeiro frontman da banda. Após viajar com a banda por anos e trabalhar em vários dos importantes álbuns do começo da carreira, problemas de saúde causados por seu vício o forçaram a deixar o Dead em 1972. Menos de um ano depois, ele morreu.

 

 

 

 

 

JANIS JOPLIN

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
Janis Joplin, estrela individual e vocalista do Big Brother and the Holding Company, morreu aos 27 anos, em 4 de outubro de 1970, por overdose de heroína. A distinta vocalista teve uma longa história de problemas com drogas e álcool.De acordo com a revista Rolling Stone, Joplin foi encontrada morta no Hotel Landmark de Los Angeles, com marcas recentes de agulhas no braço e segurando $4,50 na mão. Tem sido especulado que seu fornecedor teria acidentalmente vendido a ela e vários outros clientes uma dose exageradamente forte da droga. Ela estava no processo de conclusão do que veio a ser seu álbum solo póstumo "Pearl", lançado em 1971, tendo acabado a faixa a capela "Mercedez Benz" três dias antes.





PETE HAM, DO BADFINGER

Em 24 de abril de 1975, apenas três dias antes de seu 28° aniversário, o vocalista e guitarrista do Badfinger, Pete Ham, cometeu suicídio, supostamente por estar decepcionado com sua pobre situação financeira e uma batalha judicial em andamento com o empresário da banda, Stan Polley.De acordo com a revista Rolling Stone, Ham deixou uma nota perto de seu corpo dizendo "Stan Polley é um bastardo desalmado". Seus companheiros de banda disseram que o empresário tinha sonegado informações financeiras deles. Apesar de compor vários hits da banda, incluindo "Day After Day" e "No Matter What", Ham aparentemente se encontrou falido e preocupado em como ajudar sua criança que estava prestes a nascer, o que aparentemente influenciou em sua trágica decisão.

 

 

 

DAVE ALEXANDER, DO STOOGES

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
Dave Alexander, que se juntou ao Iggy Pop e irmãos Asheton para formar o Stooges em 1967, morreu aos 27 anos em 1975, de pneumonia e uma inflamação no pâncreas.O baixista, que trabalhou nos dois primeiros álbuns, pioneiros do punk-rock ("The Stooges" de 1969 e "Fun House" de 1970), foi demitido do grupo em 1970, alegando que ele havia perdido o interesse nos ensaios e ficava muito bêbado para tocar em um grande festival em Michigan, estado natal da banda. Seu problema com a bebida supostamente contribuiu para sua morte prematura, cinco anos depois.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

KURT COBAIN

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
Foi o tiro ouvido ao redor do mundo ["shot heard around the world" é uma expressão que representa diversos incidentes históricos], sobretudo dias depois que alguém descobriu que ele estava morto. Em 5 de abril de 1994 o suicídio de Kurt Cobain foi um paradoxo terrível: totalmente inesperado, ainda que em retrospecto, de alguma forma tudo era previsível. O vocalista do Nirvana esteve na luz dos holofotes por menos de três anos, quando tirou sua vida, reforçando a teoria do clube dos 27 e silenciando a marcante voz de uma geração com um tiro de espingarda.





AMY WINEHOUSE

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, famaAmy Winehouse já havia sido considerada uma figura trágica quando morreu por intoxicação alcoólica, em 23 de julho de 2011. Winehouse passou por muito sofrimento em público devido a abusos de drogas e álcool, o tempo todo esfregando o nariz durante o primeiro hit, "Rehab" ("Eles tentam me fazer ir para a clínica de reabilitação, eu digo não, não, não."). Ninguém pareceu muito surpreso por sua morte fora de hora - o que, de certo modo, fez com que todos se sentissem culpados por isso. Nossa cultura de celebridade ama ver estrelas despencando, depois se recuperando graciosamente, mas Winehouse infelizmente só despencou.

 

 

 

 

 

KRISTEN PFAFF, DO HOLE

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, famaO mundo da música ainda se recuperava da morte prematura de Kurt Cobain quando a baixista do Hole, Kristen Pfaff, morreu de overdose de heroína em 16 de junho de 1994, aos 27 anos. Não ajudou o fato da líder de sua banda ser Courtney Love, viúva de Cobain, de luto. Kristen foi "brilhante, atraente, maravilhosa... muito, muito talentosa, esperta e ela sempre pareceu estar no controle de suas circunstâncias", seu pai, Norman Pfaff, disse ao Seattle Times um dia após sua morte. "Na noite passada, ela não estava".

 

 

 

 

 

 

 

CHRIS BELL, DO BIG STAR

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
Chris Bell ganhou lugar no infame clube dos 27 quando, em 27 de dezembro de 1978, ele perdeu o controle do compacto carro esporte Triumph TR-7. Ele dirigia para casa depois de uma visita, tarde da noite, ao restaurante de seu pai em Memphis, Tennessee, batendo em um poste ao lado da estrada e morrendo na hora. Bell foi membro fundador da influente banda power pop Big Star, mas saiu em 1972, após o álbum de estreia, "#1 Album", não ter feito sucesso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MIA ZAPATA, DO THE GIFTS

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
The Gits foi uma banda promissora do punk de Seattle, à beira de grandes feitos na explosão da cena alternativa dos anos 90, quando a vocalista Mia Zapata foi sequestrada na manhã de 7 de julho de 1993, depois de sair do apartamento de um amigo em Capitol Hill. Seu corpo foi encontrado menos de duas horas depois; ela foi espancada, estuprada e estrangulada até a morte aos 27 anos. Infelizmente uma das jovens estrelas mais brilhantes de Seattle foi apagada antes que pudesse realmente brilhar.O assassinato de Zapata foi destaque no "Mistérios não resolvidos", mas continuou um caso obscuro até que o pescador da Flórida, Jesus Mezquia, foi condenado pelo crime, mais de uma década depois.




JEREMY MICHAEL WARD, DO THE MARS VOLTA

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
Jeremy Michael Ward foi parte integral do Mars Volta - apesar de que você não saberia disso se o tivesse acompanhado ao vivo, durante seus primeiros três anos com a roupagem de progressivo experimental. Ward foi um cara por trás das cenas, contribuindo nas músicas com loops, samples e sonoridades que ele trabalhava com um extensivo arsenal de pedais de efeitos e sintetizadores, que ele manipulava enquanto ficava nos bastidores. Seu tempo nesta terra foi cortado em 25 de maio de 2003, ele morreu tragicamente de uma overdose de drogas, alguns meses antes do lançamento do álbum de estreia do Volta, "De-Loused in the Comatorium".








D. BOON, DO MINUTEMEN

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
O rock alternativo ainda era verdadeiramente underground quando o vocalista e guitarrista D. Boon ajudou da Califórnia a banda de post-punk Minutemen, em 1980. O grupo nunca vendeu muitos discos, mas sua influência no mundo do rock é inegavelmente sentida até hoje. Os membros do Minutemen foram verdadeiros guerreiros na estrada, deixando suas casas por vários meses cada turnê. Isso durou até a turnê em que Boon morreu, em 22 de dezembro de 1987, quando a van da banda sofreu um acidente perto de Tucson, Arizona. Em nota a banda diz "Ele faz, evidentemente, muita falta".











RICHARD TURNER, DO FRIENDLY FIRES

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, fama
O trompetista Richard Turner, que excursionava com o Friendly Fires, estava nadando em uma piscina em South London, em 19 de agosto de 2011, quando de repente teve um ataque cardíaco. Salva-vidas próximos e a equipe de emergência não foram capazes de reanimar o músico de 27 anos, que morreu de um rompimento de aneurisma na aorta. "Ele era um músico totalmente excepcional e suas contribuições para nossos shows farão muita falta", diz uma nota da banda.

 

 

 

 

 

 

RICHEY JAMES EDWARDS DO MANIC STREET PREACHERS

lenda, clube dos 27, forever 27, pacto encruzilhada, diabo, rock, sucesso, famaRegistros oficiais apontam que o compositor e guitarrista do Manic Street Preachers, Richey James Edwards, foi "dado como morto" depois do roqueiro galês ter desaparecido misteriosamente, aos 27 anos, em 1995. Seu corpo nunca foi encontrado, tendo deixado a porta aberta para teorias conspiratórias e fãs excessivamente otimistas, mantendo a esperança de que ele pode reaparecer algum dia. Isso, claro, não é muito provável, uma vez que seu carro foi encontrado perto de um ponto conhecido por suicídios e nenhuma aparição de Edwards foi registrada. Ainda assim, melhor considerar sua participação no clube dos 27 como condicional. O Manics eventualmente continuou sem ele, embora tenham mantido um percentual dos lucros reservados, caso ele retorne.












Outros astros que também entraram para a lista:
Nome/Data da morte/Causa mortis/Fama 

Alexandre Levy, 17/01/1892. Causa mortis desconhecida. Pianista, compositor e maestro.
Louis Chauvin, 26/03/1908. Esclerose neuro-sifilítica. Músico de Jazz.
Nat Jaffe, 05/08/1945. Complicações da pressão alta.  Pianista de Jazz.
Rudy Lewis, 20/05/1964. Overdose de drogas. Vocalista do The Drifters
Malcolm Hale, 31/10/1968. Intoxicação com monóxido do carbono. Membro origial e guitarrista de Spanky and Our Gang.
Dickie Pride, 26/03/1969. Overdose de calmantes. Cantor de Rock'n'Roll.
Alan "Blind Owl" Wilson, 03/09/1970. Overdose de barbitúricos, possível suicídio. Líder e compositor da banda Canned Heat.
Arlester "Dyke" Christian, 13/03/1971. Assassinado. Vocalista e baixista da banda Dyke & the Blazers.
Linda Jones, 14/03/1972. Complicações da diabetes. Cantora de soul.
Leslie Harvey, 03/05/1972. Eletrocussão. Guitarrista de Stone the Crows e irmão de Alex Harvey.
Roger Lee Durham, 27/07/1973. Morreu dos ferimentos decorrentes da queda de um cavalo. Cantor e percussionista do Bloodstone.
Wallace Yohn, 12/08/1974. Acidente de avião. Tocava órgão no Chase.
Gary Thain, 08/12/1975. Overdose de heroína. O ex-baixista do Uriah Heep e do The Keef Hartley Band.
Cecilia, 02/08/1976. Acidente de carro. Cantora.
Helmut Köllen, 03/05/1977. Intoxicação por monóxido de carbono. Baixista da banda de rock progressivo dos anos 1970 Triumvirat.
 Jacob Miller, 23/03/1980. Acidente de carro. Artista de reggae e vocalista do Inner Circle.
Alexander Bashlachev, 17/02/1988. Cair de uma altura, provável suicídio. Poeta, roqueiro e compositor.
Jean-Michel Basquiat, 12/08/1988. Overdose de "speedball", uma mistura de morfina ou heroína com cocaína. Pintor e grafiteiro, formou a banda Gray.
Pete de Freitas, 14/06/1989. Acidente de moto. Baterista do Echo & the Bunnymen.
Fat Pat, 03/02/1988.  Assassinado. Rapper e membro do Screwed Up Click.
Freaky Tah, 28/03/1999. Assassinado. Rapper e membro do grupo de hip hop Lost Boyz.
Rodrigo Bueno, 24/06/2000. Acidente de carro. Cantor do Cuarteto.
Sean Patrick McCabe, 28/08/2000. Asfixia. Líder e cantor do Ink & Dagger.
Maria Serrano Serrano, 24/11/2001. Acidente de avião. Back vocal do Passion Fruit.
Bryan Ottoson, 19/04/2005. Overdose de remédios tarja preta. Guitarrista do American Head Charge.
Valentín Elizalde, 26/11/2006. Assassinado. Cantor mexicano.


  Seria apenas uma lenda ou o resultado de um pacto em troca de fama e sucesso? Se for verdade, quantos dessa lista são coincidência e quantos realmente fizeram o pacto da encruzilhada? Ficam apenas as teorias.





Compartilhe no Facebook Compartilhe no Tweeter Compartilhe no Google+ Inscreva-se no nosso Feed Voltar ao Início Image Map

Comente com o Facebook: