quarta-feira, 21 de agosto de 2013

O Ritual de Nosferatu

Vampiros, ritual, como se tornar um vampiro, nosferatu, magia negra
  Estamos acostumados à ver nos filmes e livros de ficção, as pessoas sendo transformadas em vampiros através de mordidas, mas fora da ficção, nos círculos de magia negra, corre um ritual chamado de "Ritual de Nosferatu", o qual é utilizado para que a pessoa passe a ser um vampiro. Ou seja, um vampiro se trataria de uma classe de praticantes de magia negra, diferentemente do que pensa o senso comum. E eles estão por aí, pode ser um vizinho seu, um amigo quem sabe...



Um Trabalho ritualístico de Auto-Criação
  Este ritual é baseado em certas tradições de Magia Negra da Romênia, que, segundo a lenda, haveriam sido legadas aos seguidores de Vlad Dracul, que as teria recebido do Príncipe das Trevas. Diz a lenda que Vlad, um Cristão revoltado contra as mentiras da Igreja, escolheu identificar-se com o Diabo. Este ritual se baseia nas conexões entre vampiros e o Príncipe das Trevas.

O "Self" na tradição dos Vampiros
 O conceito de "Self" nas tradições vampirescas é geralmente o de "não-morto", com suas conotações de imortalidade e Segredo da vida e morte. Vampiros freqüentemente possuem poderes físicos e mentais sobrenaturais, além de um certo gosto excêntrico.
  A imortalidade é freqüentemente confundida com a recusa de morrer. O Vampiro/Magista escolhe viver completa e intensamente esta vida, e não permitir que a sua consciência se desintegre após a sua morte física. Esta sobrevivência da consciência não depende de símbolos mágicos, nomes ou participação em diversos rituais. Depende apenas do reconhecimento do próprio "Self" e da vontade de continuar a existir, o que ou onde quer que seja.

  O Sangue é muito importante nas tradições de Vampiros. Hoje, é visto como simbólico. Por exemplo, a Ordem do Vampiro, do Templo de Set, não vê significado no consumo ou no escorrimento de sangue.
  O sangue simboliza "Vida". O Mago Negro Vampiro é, portanto, visto como um magista que deseja e pratica a mais alta Vida, enquanto reconhece as energias da Besta interior - as energias primevas da Licantropia e da mutação, que formam outro aspecto da magia dos Vampiros.

  O ritual que se segue simboliza um despertar solitário e isolado para um estado Vampiresco, e uma auto-iniciação ao Caminho da Mão Esquerda. É um ritual que pode ser adaptado ou alterado conforme as circunstâncias ou a inspiração de cada um. Como em todo ritual mágico, cada um deve assumir seu
próprio risco, já sabendo que uma prática como esta não é adequada aos instáveis ou imaturos.


Obs.: À seguir, está listado o ritual. O Zona 33 publicou aqui como forma de estudo e curiosidade. Nós não incentivamos à sua prática ou não-prática. O Zona 33 não tem cunho religioso ou vínculo com qualquer congregação ou seita. Ou seja, não é à favor e nem contra qualquer tipo de religião, culto, crença, ou qualquer tipo de forma de fé. O que você faz com o material aqui publicado é por sua própria conta e risco.








Compartilhe no Facebook Compartilhe no Tweeter Compartilhe no Google+ Inscreva-se no nosso Feed Voltar ao Início Image Map

Comente com o Facebook: